Micro-organismos permitem cultivar solos inférteis

Micro-organismos conseguem transportar nutrientes por uma camada de gelo de aproximadamente 15 centímetros

magem créditos: Claudio Bezerra/Embrapa

Pesquisadores da Universidade Nacional da Colômbia (UN), recolheram microrganismos capazes de permitirem o cultivo de raízes em solos inférteis, como regiões desérticas por exemplo. A descoberta dos Psicrófilos, que são organismos capazes de sobreviver em temperaturas inóspitas, ocorreu durante uma expedição na Austrália.

De acordo com a professora María Angélica Leal, do Grupo de Ciências Planetárias e Astrobiologia (GCPA), os microrganismos poderiam ser incluídos em fertilizantes biológicos que possibilitariam o cultivo de batatas e outros vegetais em solos muito secos ou inférteis. “Nós desenvolvemos o nosso trabalho no início de 2016 em uma pequena ilha conhecida como Crescente, parte da península Antártica, nas Ilhas Shetland do Sul”, conta.

Ela explica que os microrganismos conseguem transportar nutrientes por uma camada de gelo de aproximadamente 15 centímetros. Segundo ela, os organismos continuam agindo, sem interrupção, até que a camada congelada se degrade totalmente, se tornando própria para o cultivo. “Se a amostra não se descongela, o microrganismo continua o processo até sua degradação”, explica.
Depois de coletados, os microrganismos foram levados ao laboratório para que fossem dissolvidos em uma solução salina estéril e, após isso, cultivados com temperaturas iniciais de 4º C, que posteriormente tiveram que passar para 15º C para agilizar o processo de análise. Desse modo, é possível separar as bactérias para facilitar sua contagem.
Como resultado desse trabalho, obtiveram-se 98 diferentes morfotipos desses microrganismos, cuja aparência variava de acordo com sua cor, elevação, textura e tonalidade.
Recommended Posts

Leave a Comment