A Reserva Airumã e sua contribuição para a cidade!

Curitiba é a cidade com maior numero de RPPNs do Brasil, mas o que isto significa exatamente?

Com 22 Reservas Particulares do Patrimônio Natural, o município é modelo para a proteção ambiental privada e pioneiro em elaborar uma legislação para incentivar estes proprietários que se dispuseram a conservar a diversidade biológica em seus imóveis particulares.
A existência dessas áreas impacta diretamente na vida da população. Na cidade mais populosa do Sul do país, os 14,4 hectares de reservas ajudam a manter o equilíbrio climático e funcionam como um grande filtro para limpar o ar poluído.
As RPPNs são o exemplo de relação simbiótica entre o meio ambiente e o ser humano. Enquanto bem tratado e conservado, provê e protege a população.

 

 

A Reserva Airumã

 A Reserva Airumã foi inaugurada oficialmente como RPPNM no dia 21 de março de 2013, o dia da Floresta. São aproximadamente 30 mil m² compostos por florestas de Araucárias que se conectam às florestas do Parque Municipal Tingui. O nome vem do tupi, e significa “Estrela Guia”.

“Desejamos do fundo do coração que efetivamente a Airumã se torne uma Estrela Guia em área urbana. Que venha a inspirar demais proprietários de áreas naturais a transformarem suas áreas em RPPNM, em Curitiba e seja também um modelo de unidade de conservação particular sustentável replicável em outras cidades. Afinal, mais de 86% da população brasileira vive em centros urbanos e preservar florestas urbanas, desenvolver nelas atividades sustentáveis significa contribuir para a qualidade de vida de seus habitantes.” – Terezinha Vareschi, Guardiã/proprietária e gestora da Reserva Airumã

 

Encontro Presencial
No dia 16 de agosto, a RPPNM Airumã recebeu parte da turma de Direito Ambiental 2018. Os alunos assistiram a uma

apresentação da Sra. Terezinha Vareschi e uma explanação do Prof. Dr. Alessandro Panasolo, que em seguida, os guiou pela reserva, passando pela Vovó Airumã, a Araucária mais antiga de Curitiba.

 

Confira mais sobre a Reversa Airumã clicando aqui.

O curso de Pós-Graduação em Direito Ambiental 2019 está com inscrições abertas, garanta sua vaga! O curso é realizado com metodologia EAD e possui certificação UFPR, além de ser reconhecido pelo MEC. Para saber mais, acesse: http://www.direitoambiental.ufpr.br/

Recent Posts

Leave a Comment