3 motivos para você começar a diminuir o desperdício de alimentos agora!

Da casca ao talo, das folhas às sementes: tudo é alimento quando nos referimos a frutas e verduras. Este é o ponto de partida do curso Gastronomia Sustentável, um projeto global da Electrolux Food Foundation em parceria com a Worldchef e a AIESEC, que busca conscientizar e capacitar alunos para criar uma nova relação com o mundo da gastronomia e diminuir o desperdício de alimentos.

A iniciativa, que começou em Curitiba no ano passado e já capacitou 70 participantes, agora formou mais 10 técnicos de cozinha em São Carlos, no interior de São Paulo. Conversamos com os chefs e alunos da última edição e listamos três razões para você começar a eliminar o desperdício de alimentos na sua casa também.

1) Repense sobre o lixo que você está gerando

De toda a comida produzida no mundo, cerca de um terço acaba parando no lixo. No Brasil, são 40 mil toneladas desperdiçadas por dia, segundo dados do World Resources Institute (WRI). Estes números já seriam motivo suficiente para criarmos outra forma de consumir os alimentos, mas mais interessante do que isso, é pensar que podemos usar a cozinha para transmitir valores de sustentabilidade.

Essa é a missão da chef Morena Leite, madrinha do projeto, que busca contar histórias através da comida: “Não acredito apenas em cozinhar, mas usar a cozinha como uma forma de levar cultura a outras pessoas e reinventar a cadeia produtiva. A maioria de nós não tem consciência que a casca do côco ou o talo da salsinha, podem ser reaproveitados”, comenta. Formada há 20 anos pela Le Cordon Bleu, de Paris, ela também está à frente do Instituto Capim Santo, projeto de capacitação que forma jovens assistentes de cozinha. O propósito é o mesmo: ressignificar o aproveitamento dos alimentos.

2) Reinvente suas receitas

Além de diminuir o desperdício, aproveitar o que “sobra” pode ser muito divertido! Já imaginou criar um brigadeiro com a casca da banana? Ou usar talos de legumes para fazer um snack assado no forno?

A aluna Janileide Silva Santos, de 23 anos, que teve acesso a um curso profissionalizante pela primeira vez, conta que aprendeu muito durante os três meses de aulas: “Eu jogava tudo fora e agora que aprendi a reutilizar fico pensando em toda a comida que já foi para o lixo”.

Das receitas que mais gostou, o destaque vai para o suco e um bolo delicioso, feitos com cascas de abacaxi. Outro aprendizado também foi sobre usar a cenoura inteira, que rende bolo, suflê, suco e até recheio para quiches e tortas com as folhinhas do talo.

 

 

3) Renove o mercado gastronômico

Com foco em capacitar pessoas e promover empregos, o curso também pode criar oportunidades para empreender na área. Essa é uma das motivações da aluna Cássia de Souza Pereira, 24 anos, que pretende fazer mais cursos em breve: “foi uma ótima oportunidade de aprender. Penso em abrir o meu próprio negócio futuramente, porque a gente tem que pensar além”, diz ela.

Das quatro turmas formadas em Curitiba, 50% dos alunos já estão empregados e dois montaram o próprio negócio, o que só confirma que a preocupação com o reaproveitamento de alimentos é um caminho inovador e necessário para o futuro da gastronomia no Brasil e no mundo.

 

Fonte: https://razoesparaacreditar.com/sustentabilidade/diminuir-desperdicio-de-alimentos/

Recent Posts

Leave a Comment