Costa Rica anuncia plano para descarbonizar sua economia até 2050

Plano Nacional de Descarbonização equilibra uma visão de longo prazo com ações imediatas.

 

O governo da Costa Rica acaba de anunciar seu Plano Nacional de Descarbonização, o primeiro esforço sistematizado e planejado para que sua economia deixe de depender de qualquer tipo de combustível fóssil e que, ao menos, neutralize suas emissões com captura de carbono. Se implementado de maneira integral, ele tornará a Costa Rica em um dos primeiros países do mundo a atingir a descarbonização de sua economia.

Esta iniciativa da Costa Rica beneficia todo o mundo. No esforço para conter a mudança do clima, um dos pontos mais relevantes e desafiadores é a descarbonização da economia global até meados deste século. Para que possamos realmente reduzir os impactos negativos do aquecimento da atmosfera terrestre, precisamos reduzir profundamente o volume de emissões de gases de efeito estufa – e isso somente será possível se conseguirmos mudar a base energética de maneira profunda, com a substituição de combustíveis fósseis por fontes renováveis, como solar e eólica. Além disso, precisamos também reforçar a captura de carbono da atmosfera, especialmente através da recuperação dos estoques de floresta.

Anunciado pelo presidente Carlos Alvarado Quesada, o Plano Nacional de Descarbonização equilibra uma visão de longo prazo com ações imediatas em dez áreas setoriais, como energia, transporte e uso da terra, organizadas em quatro eixos: transporte e mobilidade sustentável; energia, construção e indústria verde; gestão integrada de resíduos; e agricultura, mudança no uso da terra e soluções baseadas na natureza. O plano prevê ações ao longo de todo o período até 2050, servindo como uma ferramenta importante de política pública nas próximas décadas, já que será referência para a construção de planos estratégicos de investimento público e desenvolvimento e para a formulação e revisão de políticas setoriais e de um sistema de investimento público alinhado à descarbonização, baseado em modelagem robusta.

Para o presidente Quesada, o Plano reflete a urgência da questão climática para a Costa Rica, que, como todo o mundo, já vive os efeitos do aquecimento e da mudança nos padrões climáticos. “A descarbonização é a grande tarefa de nossa geração e a Costa Rica está pronta e preparada para liderar esse compromisso com o planeta”, disse o mandatário durante a apresentação do Plano.

A Costa Rica já é uma das principais lideranças na agenda da descarbonização da economia, resultado de avanços ambientais importantes nas últimas décadas, como a expansão do uso de fontes renováveis na matriz elétrica para 95% e a redução substancial do desmatamento, que resultou na manutenção de cobertura florestal em 52% do território costarriquenho.  A expectativa é que este plano motive outros países latino-americanos e de todo o mundo a trilhar o mesmo caminho na luta contra a mudança do clima

“Descarbonizar a economia global para reduzir drasticamente as emissões de gases que causam o aquecimento global é absolutamente essencial para garantir que nossa civilização possa sobreviver e prosperar, e é por isso que fico bastante animado em ver a Costa Rica manter seu papel de liderança no esforço para resolver a crise climática”, apontou Al Gore, ex-vice-presidente dos Estados Unidos e Nobel da Paz. “A Costa Rica está mostrando ao mundo que é possível fazer a transição para uma economia de baixo carbono e nos dá esperança de que não apenas podemos, mas que seremos sim capazes de resolver a crise climática”.

Para a secretária-executiva da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC, sigla em inglês), a mexicana Patricia Espinosa, o Plano de Descarbonização da Costa Rica é um exemplo na luta global contra a mudança do clima. “Sua liderança e bom exemplo são fundamentais para que possamos vencer esse desafio da mudança do clima e promover um desenvolvimento sustentável”, disse Espinosa.

“Para derrotar o aquecimento global, precisamos de boas políticas governamentais, com objetivos ambiciosos e investimento em inovação nos negócios, e a Costa Rica está demonstrando ter essa liderança”, ressaltou Steve Howard, co-presidente da coalizão de negócios We Mean Business. “Esperamos ver esse exemplo sendo seguido em muitos outros países ao redor do mundo. Estamos prontos para investir e inovar em negócios orientados para o futuro”.A implementação do Plano de Descarbonização será coordenada pela Presidência da Costa Rica, com apoio do Ministério de Planejamento e Política Econômica, o Ministério do Meio Ambiente, e o Ministério de Finanças. Para saber mais sobre o Plano, clique aqui (em espanhol).

 

Fonte: https://ciclovivo.com.br/planeta/mudancas-climaticas/costa-rica-plano-descarbonizar-economia-2050/

Recent Posts

Leave a Comment