Sustentabilidade deve criar novas carreiras nos próximos 15 anos, dizem especialistas

Em constante transformação, área ambiental vai do Direito à Engenharia e exige profissional atualizado

Novas carreiras ligadas ao desenvolvimento sustentável se tornaram mais frequentes nos últimos anos. Com aumento da regulação ambiental, maior demanda por recursos naturais escassos e uma onda de consumo consciente, a sustentabilidade entrou na lista de prioridades de empresas e de órgãos públicos. É uma tendência que deve se manter nas próximas décadas, segundo as principais agências de recrutamento no Brasil. Especialistas preveem que o desenvolvimento sustentável deve criar demanda para profissões do futuro por ao menos 15 anos.

Entre as dez profissões que mais terão demanda por novos profissionais até 2030, ao menos duas estão ligadas à sustentabilidade, de acordo com uma lista elaborada pela consultoria Michael Page. Os cargos de “especialista em gestão de resíduos” e “curador de sustentabilidade” são os destaques entre as previsões para essa área.

Sustentabilidade

Entre as dez profissões que mais terão demanda por novos profissionais até 2030, ao menos duas estão ligadas à sustentabilidade Foto: Divulgação/Masdar City

 

O “curador de sustentabilidade”, segundo a consultoria, será um profissional especializado no estudo do clima. Mais ou menos como faz um meteorologista, com diferenciais importantes, como não apenas prever o clima, mas fazer uma análise em tempo real e com a capacidade de conseguir medir impactos causados por fenômenos naturais, além de planejar a recuperação dos danos. Ele deve trabalhar com programas virtuais capazes de prever fenômenos naturais como furacões, tempestades, inundações e secas. Biólogos, geólogos e químicos, por exemplo, poderiam ocupar cargos como esse.

 

Fonte.

Recommended Posts

Leave a Comment