Estudantes de Mato Grosso criam fralda biodegradável feita a partir da mandioca

raças à tecnologia, cada vez mais estamos dando conta de produzir coisas sem agredir o meio ambiente. E o melhor: utilizando materiais renováveis. Por exemplo, alguns estudantes do IFMT (Instituto Federal do Mato Grosso), desenvolveram uma fralda biodegradável feita a partir do amido da mandioca, que substitui o plástico, que é feito de petróleo.

Eles se inspiraram no professor e orientador deles, Aloizio Farias, que possui Alzheimer e precisa utilizar fraldas de plástico, aquelas convencionais. Estudantes apresentaram o projeto em Recife, para um grupo de possíveis investidores, junto com outros vencedores da Maratona de Células Empreendedoras MT 2017.

 

A estudante Mariana Sacht Nunes, que faz parte do projeto, conta que eles pensam em recorrer à força da internet para conseguirem dar conta de produzir as fraldas em grande escala. “Iremos fazer um financiamento coletivo para a produção, pesquisamos no mercado e ainda não existe um produto parecido [a fralda biodegradável] sendo comercializado”, disse.

Além de Mariana, os estudantes Anderson de Brito Almeida, Evandro Carlos de Oliveira, Marcos Vinicius de Araújo, Wagner Leandro Júnior e Wanderson Perondi, participaram da criação do projeto “Toper Bio – Fraldas Biodegradáveis” e eles contam que ficaram noites sem dormir para finalizar o projeto mas que, desde o início, estavam confiantes que ficariam entre os 3 primeiros colocados.

Confira a matéria completa

 

Fonte: https://razoesparaacreditar.com/educacao/fralda-biodegradavel-mandioca/

Recommended Posts

Leave a Comment