Engenheiro florestal flagra pica-pau-amarelo em campus da Ufac

O engenheiro, que faz mestrado na universidade, disse que é comum encontrar várias espécies de animais pelo parque que foi instalado dentro da floresta.

“É um animal comum aqui na Amazônia. A sala de aula do mestrado fica cercada de floresta, então, a gente vê de tudo aqui, como cobra, pássaro, anta, capivara e outros”, contou.

Souza afirmou que tem o costume de deixar registrado momentos como esse. “Eu, que sou engenheiro florestal e trabalho como fiscal do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), sempre dou valor a esses acontecimentos. Quando me deparo com a natureza assim tão de perto, sempre procuro fazer esses registros”, disse.

A bióloga Joseline Guimarães explicou ao G1 que o animal pertence a espécie Celeus Flavus, popularmente conhecida pica-pau-amarelo, e é muito comum na região da Amazônia Brasileira, boliviana e Peruana, também nos estados de Alagoas e Espírito Santo.

“O habitat desse animal é em florestas de capoeira, e de várzea, encontrado também em plantações de cacau. Ele alimenta-se de formiga, eventualmente frutos e até insetos. O pica-pau-amarelo não está na lista de ameaçados de extinção”, informou a bióloga.

 

Fonte: G1 portal de noticias.

Recommended Posts

Leave a Comment