Metodologia

      A Metodologia de ensino adotada vem sendo aprimorada há 17 anos pela UFPR, utilizando as mais modernas ferramentas de educação a distância. Possibilitando aprofundar conceitos e trocar experiências com especialistas da área. Clique aqui para o Regimento Interno – Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu do Programa de Educação Continuada em Ciências Agrárias e Ambientais Universidade Federal do Paraná.

Porque ensino a distância?

O Ensino a Distância (EAD) é a modalidade de ensino que mais cresce no mundo e a que melhor se adéqua as necessidades de alunos e profissionais. O PECCA, há 17 anos, capacita profissionais com esta metodologia através de estratégias específicas de ensino para um público que não tem tempo a perder. Você estuda onde, como e quando quiser.

  • O ensino a distância proporciona liberdade de estudos. Você determina a melhor maneira de construir o seu conhecimento.
  • No ensino a distância a aprendizagem é contínua, através da troca de informações com professores e colegas de curso.
  • O ensino a distância proporciona flexibilidade. De onde você estiver, basta um acesso à internet para assistir suas aulas.
  • No ensino a distância professor e aluno podem customizar melhor a aprendizagem. Isso significa que você poderá se aprofundar naquilo que realmente lhe interessa.
Metodologia

Proposta Metodológica
A experiência adquirida desenvolvendo programas de educação a distância há 17 anos permitiu ao Programa de Educação Continuada em Ciências Agrárias (PECCA) encontrar caminhos para um eficiente relacionamento aprendiz-instrutor-conteúdo-tecnologia. Para isso contamos com uma equipe de suporte atuando desde o desenvolvimento pedagógico do programa até o acompanhamento e controle acadêmico.

Desenvolvimento Pedagógico

A metodologia de cada programa é desenvolvida individualmente pelo instrutor através da assessoria da equipe pedagógica. Inicialmente os conteúdos utilizados sofrem um processo de adequação à linguagem de ensino à distância, priorizando-se a dialogicidade e o enriquecimento visual. São ainda programadas atividades e tarefas que permitam ao aprendiz construir seu conhecimento em permanente contato com o instrutor e a equipe de apoio, garantindo a interatividade do processo. E finalmente são desenvolvidas as vídeo aulas (intervenções especialmente gravadas pelo professor), que direcionam o aluno na execução do plano pedagógico e o estimulam à participação no ambiente virtual de aprendizagem.

Acompanhamento e Suporte ao Aprendiz

Durante a execução do programa o apoio permanente aos aprendizes é garantido através da equipe de tutoria. Essa equipe é formada por profissionais formados nas áreas correlatas aos conteúdos e/ou na área de pedagogia, especialmente treinados para essa função, e que tem a responsabilidade de ser a interface entre os aprendizes e os instrutores. A equipe de tutoria desenvolve um trabalho que chamamos “Suporte de Relacionamento Acadêmico” (veja abaixo) e representa a mola facilitadora de todo o processo.

Acompanhamento Acadêmico

Além do acompanhamento pedagógico, é realizado ainda um acompanhamento acadêmico, onde o controle de desempenho e participação dos alunos é registrado.

Avaliação

As avaliações finais dos programas são sempre obrigatórias e em sua grande maioria individuais. Alguns programas de média e longa duração terão trabalhos de conclusão de curso (obrigatórios e individuais). Esses trabalhos contam sempre com a orientação de um professor indicado pela coordenação.

Suporte de Relacionamento Acadêmico

Um dos pilares da proposta metodológica é o suporte de relacionamento acadêmico. O objetivo desse suporte não é tão somente propiciar um suporte acadêmico tradicional, mas desenvolver um relacionamento de aprendizagem. Nesse processo o aprendiz é constantemente encorajado, motivado e assistido, criando as condições adequadas para a facilitação do aprendizado.

A construção desse relacionamento está focada no desenvolvimento do aprendiz e de suas habilidades em “aprender como aprender” e em “guiar o seu próprio aprendizado”. Esse trabalho, fundamental para o sucesso do processo de aprendizagem, é desenvolvido pela equipe de tutoria em apoio ao instrutor. Através da construção desse relacionamento busca-se evitar o distanciamento e a perda de motivação, garantindo a participação permanente do aprendiz.

Trabalho de conclusão de curso (somente para cursos de pós-graduação)
Para alcançar o título de pós-graduado o aluno deverá realizar um trabalho individual de conclusão de curso, abordando um dos temas elencados nas linhas de pesquisa do programa. Esse trabalho deverá ser apresentado presencialmente em banca, com data a ser agendada pela coordenação do curso.

Certificação
Todos os programas são reconhecidos e certificados pela Universidade Federal do Paraná com validade e direitos idênticos aos cursos inteiramente presenciais. A UFPR emitirá certificado individual aos participantes que concluírem os programas.

Encontro Presenciais

Durante o curso serão realizados dois encontros presenciais onde o aluno participará de aulas e discussões avançadas sobre os temas estudados. Participarão desses encontros professores do curso e profissionais convidados trazendo o que há de mais relevante para o setor.

É obrigatória a participação em pelo menos um desses encontros presenciais afim de cumprir a carga horária mínima de aulas presenciais.

O Encontro Presencial terá 03 (três) dias de duração, com palestras no cronograma de atividades. A programação das aulas abordará não apenas os conceitos estudados nos módulos, mas especialmente temas vinculados à atuação profissional. Sendo assim participarão além de professores do curso, profissionais convidados que poderão proporcionar um viés prático aos estudos.

Certificação

O aluno que concluir o curso com sucesso, receberá o Certificado emitido pela Universidade Federal do Paraná, com validade e direitos idênticos aos cursos inteiramente presenciais da UFPR.

Este curso atende toda a legislação regulatória de cursos de especialização e cursos a distância do país. Em relação específicamente à cursos a distância atende o Art. 80 da Lei 9.393/96 (LDB), Decreto Nº 2.494 de 10 de fevereiro de 1998, Decreto 2.561 de 27 de abril de 1998 e Portaria do MEC Nº 301 de 7 de abril de 1998.

O curso enquadra-se na portaria MEC 576, publicada no Diário Oficial da União de 05/05/2000 Documenta (463) Brasília, Abr. 2000 que autoriza o credenciamento da Universidade Federal do Paraná para a oferta de cursos à distância na graduação e educação profissional. (RELATOR(a) CONSELHEIRO(a): JOSÉ CARLOS ALMEIDA DA SILVA. PROCESSO Nº: 23000.001061/99-11 e 23000.001063/99-47. PARECER Nº: CES 358/2000 CÂMARA OU COMISSÃO: CES APROVADO EM: 05/04/00) e na RESOLUÇÃO Nº. 17/00 – CEPE que fixa normas básicas de controle e registro da atividade acadêmica dos cursos de Aperfeiçoamento e Especialização na modalidade de Educação à Distância da Universidade Federal do Paraná.

Dúvidas Frequentes

1. Quem emite o certificado do curso de Pós-graduação?
O certificado é emitido pela Universidade Federal do Paraná, com validade e direitos idênticos aos cursos inteiramente presenciais da UFPR. Este curso atende toda a legislação regulatória de cursos de especialização e cursos a distância do país.

2. Quantos e onde serão realizados os encontros Presenciais?
Durante os 18 meses do curso, serão realizados dois encontros presenciais, sendo um deles obrigatório. O encontro, via de regra, inicia em uma quarta-feira com encerramento na sexta-feira.

3. Quais os requisitos para ingressar na pós-graduação?
O requisito básico é possuir graduação preferencialmente em área correlata a do curso.

4. Onde localizar a ementa e a grade dos professores?
Na página principal do curso de interesse, encontrará o conteúdo programático e também o corpo docente.

5. Como faço para ter acesso à plataforma de estudo?
Antes do início do curso, o aluno recebe por e-mail informações com login e senha para acessar o AV (Ambiente Virtual). É no AV, acessível de qualquer computador 24 horas por dia, onde ocorrem todas as atividades relacionadas com o curso e onde se dá a contínua interação entre professores e alunos. O aluno encontrará no AV todos os materiais de estudo tais como apostilas, vídeo-aulas gravadas e materiais complementares. E também lá participará de todas as atividades acadêmicas como aulas ao vivo, fóruns de discussão, realização de desafios, exercícios e provas.

6. Os cursos de Especialização são reconhecidos pelo MEC?
Todos os cursos do PECCA/UFPR procedem rigorosamente com a portaria MEC 576, publicada no Diário Oficial da União de 05/05/2000 Documenta (463) Brasília, Abr. 2000 que autoriza o credenciamento da Universidade Federal do Paraná para a oferta de cursos à distância na graduação e educação profissional. (RELATOR(a) CONSELHEIRO(a): JOSÉ CARLOS ALMEIDA DA SILVA. PROCESSO Nº: 23000.001061/99-11 e 23000.001063/99-47. PARECER Nº: CES 358/2000 CÂMARA OU COMISSÃO: CES APROVADO EM: 05/04/00) e na RESOLUÇÃO Nº. 17/00 – CEPE que fixa normas básicas de controle e registro da atividade acadêmica dos cursos de Aperfeiçoamento e Especialização na modalidade de Educação a Distância da Universidade Federal do Paraná.

7. Quais os critérios para aprovação no curso e obtenção do certificado?
É aprovado e só poderá receber o certificado o aluno que cumprir os seguintes requisitos: • Atingir nota mínima de 7,0 (sete) em todas as disciplinas e no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). • Desenvolvimento de todas as atividades (desafios, desafios online e fóruns), referente às disciplinas disponibilizadas no ambiente virtual. • O Trabalho de Conclusão de Curso será individual e só poderá apresentar o aluno que for aprovado por nota em todas as disciplinas.

8. Existe taxa de matrícula e qual o valor?
Não existe nenhum valor extra como taxa de matrícula. A matrícula é efetivada mediante ao pagamento da primeira mensalidade do curso.

9. Como ocorre o processo seletivo para os cursos?
Será realizada uma seleção com os interessados a partir de critérios definidos para cada curso pelos coordenadores. Os critérios podem ser embasados em desempenho acadêmico, entrevista com os candidatos, dinâmica de grupo e currículo. Os procedimentos para o processo seletivo poderá diferir para cada curso.

10. Como fazer para solicitar bolsa de estudo?
A UFPR destina sempre 10% do número de vagas em bolsas de estudo integrais e parciais. Têm direito a concorrer à essas vagas alunos comprovadamente carentes e funcionários da própria instituição. O edital para o processo de solicitação de bolsa fica disponível no site do PECCA. O aluno deverá preencher o formulário e encaminhar juntamente com a documentação que comprove a carência pelo correio ou entregar pessoalmente.

Solicitação de Bolsas de Estudos

A Universidade Federal do Paraná através do Programa de Educação Continuada em Ciências Agrárias conforme estabelecido pela resolução 42/03 do Conselho Universitário apresenta o edital específico para o Processo Seletivo, visando a seleção de candidatos à bolsa integral de estudo nos cursos a serem ofertados pelo programa.
Os critérios de avaliação necessariamente deverão estabelecer um parâmetro comparativo entre os candidatos considerando pela ordem:
a) Justificativa e comprovação de efetiva carência.
b) Correlação das experiências acadêmicas e profissionais do candidato com a temática do curso.

Todo curso destinará 10%(dez por cento) de suas vagas a bolsas integrais, reservadas a servidores e alunos.
– As vagas devem ser solicitadas por meio de inscrição atendendo ao edital específico que será amplamente divulgado no site do programa e será encaminhado ao colegiado do curso ou à plenária departamental conforme o caso para avaliar os inscritos.
– Os servidores da UFPR têm o direito à 50% do número de vagas reservadas para alunos bolsistas.
– Uma vez assegurada a prévia e ampla divulgação da oferta de bolsas nos materiais publicitários do curso, as vagas com bolsas destinadas a servidores da UFPR que não forem preenchidas deverão ser convertidas em bolsas para outros alunos.
– Importante cumprir os critérios estabelecidos no Edital do Processo Seletivo de cada curso, o não cumprimento poderá acarretar a reprovação da participação do aluno.